terça-feira, 19 de outubro de 2010

TEXTO COLECTIVO

Na sexta – feira, dia 15 de Outubro, começamos o dia a ouvir uma história para comemorarmos o dia Mundial da Alimentação .


A história tinha o título “Tio Lobo”.

Foi uma história muito engraçada que falava de um lobo e de uma menina muito gulosa e mentirosa. Com esta história aprendemos que não devemos ser gulosos nem mentirosos porque senão o lobo vem lá e come-nos.

Depois de falarmos sobre a história fizemos dramatizações o que gostamos muito.

Como gostamos muito, hoje dia 18 de Outubro, vamos contar a história à sala do Jardim de Infância.

Não tenham medo de ler a história se não forem gulosos nem mentirosos o lobo não vos come.

                                                             Os alunos do 2º ano

Prof: Manuela Minhós

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Hoje a Escola foi à Feira !

Hoje, dia 15 de Outubro, 6ª feira, foi dia de feira em Penamacor- a Feira de S. Tomás ! A turma do 4º ano da escola do 1º ciclo de Penamacor e as respectivas professoras deslocaram-se ao recinto do Largo de Santo António, onde se realizam as feiras e mercados, a fim de contactarem e entrevistarem directamente os feirantes e as pessoas que por lá andavam a fazer compras. Fomos, também, ao Mercado Municipal e, finalmente, ao Supermercado do senhor João com o objectivo de observar, no terreno e ao vivo, os diferentes tipos de mercados, o que se pode encontrar em cada um deles, os produtos que as pessoas mais compram, o que mais se vende, etc.

Foi uma manhã muito divertida, as pessoas participaram com gosto e nós vimos e aprendemos muita coisa útil à nossa vida futura.


os alunos do 4º ano
Texto colectivo dos alunos do 4º ano

Fátima Graça

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Uma tarde diferente

     No dia 15 de Setembro do presente ano lectivo, e a convite do Centro de Ecologia, Recuperação e Vigilância de Animais ( CERVAS ), nós, os alunos do 4º ano da E.B.1 de Penamacor e a nossa Prof. Fátima Graça participamos no lançamento de 2 águias "calçadas".

     As águias foram por nós batizadas com os seguintes nomes: BILT e GRANDY.





Texto colectivo: Alunos do 4º ano

terça-feira, 14 de setembro de 2010

Estudar vale a pena

No passado dia 8, o  nosso colega Pedro viu o seu esforço premiado, com o prémio MARTINS DA CRUZ.

domingo, 20 de junho de 2010

AQUILINO RIBEIRO - O romance da raposa


Apesar do vocabulário complexo, uma história com cerca de 86 anos encantou os nosssos alunos.

PORTUGUÊS À VEZ

À semelhança do concurso televisivo Português à vez os alunos da EB1 de Penamacor fizeram a avaliação da Unidade Didáctica O romance da Raposa . As equipas, formadas por alunos de todos os anos de escolaridade, participaram activamente na actividade demonstrando que SABEM PORTUGUÊS.

quarta-feira, 2 de junho de 2010

O DIA DE TODOS NÓS

DIA MUNDIAL DA CRIANÇA

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, o Dia Mundial da Criança não é só uma festa onde as crianças ganham presentes.


É um dia em que se pensa nas centenas de crianças que continuam a sofrer de maus tratos, doenças, fome e discriminações .
O primeiro Dia Mundial da Criança foi em 1950

DAR VIDA À TERRA


 A fim de dar cumprimento ao Projecto Dar Vida à Terra para o qual fomos convidados a participar pelos responsáveis da Serra da Malcata, os alunos da nossa escola elaboraram e executaram trabalhos de Expressão Plástica com desenhos de amimais e plantas que cobriram com colagens de variadíssimas sementes. Fizeram cartazes muito bonitos .
Hoje ,dia 2/06 , os responsáveis vieram buscar os trabalhos para os colocarem numa Exposição, no Sabugal. Ficou a promessa de que no início do próximo ano lectivo nós iremos ver essa mesma Exposição.



Fátima Graça

domingo, 23 de maio de 2010

Para todos os pais

OBRIGATÓRIO LER
Os pais têm de recuperar a autoridade perdida e deixarem de querer agradar aos filhos, ou o mundo estará perdido, afirma um dos mais famosos pediatras do mundo Aldo Naouri

Aldo Naouri, líbio-francês, diz que os pais se demitiram do seu papel de educadores e em vez disso se dedicam a satisfazer a criança, com o único desejo de se fazerem amar. Diz que confundimos frustração com privação. Diz que transmitimos à criança que não só pode ter tudo como tem direito a tudo, içando-a ao topo do edifício familiar, onde ela nunca esteve e onde nunca deveria estar. Diz que um filho hoje não é criado para se tornar ele próprio, mas para gratificar e servir o narcisismo dos pais. Diz que estamos perante uma epidemia que encoraja os pais a seduzirem as crianças, tornando-as assim em seres obsessivos, inseguros, amorfos e emocionalmente ineptos, que não sabem gerir as suas pulsões e são incapazes de encontrar o seu lugar no mundo.
Para ler: ‘Educar os Filhos', Aldo Naouri, Livros d'Hoje



http://activa.aeiou.pt/artigo.aspx?contentid=2E120A29-344F-4C04-8426-5596CD24E5E3&channelid=D00EF62C-A1C6-4E01-BC43-5FFEB8969838

segunda-feira, 17 de maio de 2010

A NOSSA VISITA DE ESTUDO







     No passado dia 10 de Maio, o Agrupamento de Escolas de Penamacor organizou uma visita de estudo, ao Parque Ambiental de Santa Margarida e ao Centro de Ciência Viva, em Constância.

     Estiveram presentes todas as escolas deste Agrupamento.

     A partida realizou-se às 7h:30min.

     Foram necessários 3 autocarros para transportar alunos, professores e auxiliares.

     A viagem foi longa, mas muito divertida.

     Quando chegámos ao nosso destino fomos recebidos por pessoas simpáticas, que nos mostraram e explicaram como funcionava cada sítio que visitámos.

     Já no regresso, embora cansados, a alegria continuou. Cantámos, jogámos, conversámos…

     Finalmente chegámos a Penamacor, ansiosos por contar o nosso dia e a pensar, que poderemos lá voltar outra vez.

terça-feira, 4 de maio de 2010

Estes são os trabalhos dos meninos e meninas do 2º ano sobre o 25 de Abril

Abril florido


Belém sem os fascistas

Revolução dos cravos

Igualdade para todos

Liberdade para os presos



João Cameira e Ana Vitória 2º ano


Abril de 1974


Bravos foram os militares

Revolução dos cravos

Igualdade

Liberdade



Liberdade

Igualdade

Batalhão

Estado

Revolução

Democracia

Amanhecer

Ditadura

Eleger




João Seguro e Guilherme 2º ano

Vejam lá como são aplicadas as professoras da EB1 de Penamacor

sexta-feira, 30 de abril de 2010

A Compostagem

No dia 21 de Abril,  quarta-feira vieram à nossa escola dois funcionários da Reserva da Malcata colocar um compostor.


O compostor é uma caixa feita de paletes de madeira sem fundo e que serve para produzir adubo. Com a ajuda dos alunos, o compostor foi colocado debaixo de um sobreiro e virado a sul para que os resíduos que lá iremos colocar ( cascas de frutos, folhas,...) se decomponham com maior rapidez

Gostamos muito de fazer esta actividade e comprometemo-nos a contribuir para a preservação do meio ambiente.



Os alunos do 4º ano

O ENSINO DO VOCABULÁRIO

As palavras permitem a cada falante aceder à sua base de dados de conhecimentos, exprimir ideias e conceitos e aprender outros, pois aquela está sempre em actualização. Assim, compreende-se que exista uma forte correlação entre o sucesso escolar e o capital lexical.

O trabalho sistemático de aperfeiçoamento qualitativo e quantitativo do conhecimento lexical dos nossos alunos contribui grandemente para melhorar os índices de compreensão leitora.

A aprendizagem do vocabulário é essencial, tanto ao nível da expressão, como do conhecimento do mundo ou a participação na sociedade.

Podemos acrescentar que a riqueza do ser humano e a sua integração na sociedade têm a ver com a adequação da língua ao contexto, pelo que são competências fundamentais para qualquer cidadão: aprender o vocabulário

O ENSINO DO VOCABULÁRIO

A partir do Livro" A aranha e eu " de Fran Alonso, os alunos do 1º ano trabalharam o vocabulário através de actividades de leitura.

Leram o livro , leram o poema de Eugénio de Andrade " Frutos" e trabalharam o texto instrucional " Espetadas de fruta"
Vamos vê-los a disfrutas destas actividades

segunda-feira, 12 de abril de 2010

Aumento da violência nas escolas reflecte crise de autoridade familiar

Aumento da violência nas escolas reflecte crise de autoridade familiar




Especialistas em educação reunidos na cidade espanhola de Valência defenderam hoje que o aumento da violência escolar deve-se, em parte, a uma crise de autoridade familiar, pelo facto de os pais renunciarem a impor disciplina aos filhos, remetendo essa responsabilidade para os professores.

Os participantes no encontro 'Família e Escola: um espaço de convivência', dedicado a analisar a importância da família como agente educativo, consideram que é necessário evitar que todo o peso da autoridade sobre os menores recaia nas escolas.

'As crianças não encontram em casa a figura de autoridade', que é um elemento fundamental para o seu crescimento, disse o filósofo Fernando Savater.

'As famílias não são o que eram antes e hoje o único meio com que muitas crianças contactam é a televisão, que está sempre em casa', sublinhou.

Para Savater, os pais continuam 'a não querer assumir qualquer autoridade', preferindo que o pouco tempo que passam com os filhos 'seja alegre' e sem conflitos e empurrando o papel de disciplinador quase exclusivamente para os professores.

No entanto, e quando os professores tentam exercer esse papel disciplinador, 'são os próprios pais e mães que não exerceram essa autoridade sobre os filhos que tentam exercê-la sobre os professores, confrontando-os', acusa..

'O abandono da sua responsabilidade retira aos pais a possibilidade de protestar e exigir depois. Quem não começa por tentar defender a harmonia no seu ambiente, não tem razão para depois se ir queixar', sublinha.

Há professores que são 'vítimas nas mãos dos alunos'.

Savater acusa igualmente as famílias de pensarem que 'ao pagar uma escola' deixa de ser necessário impor responsabilidade, alertando para a situação de muitos professores que estão 'psicologicamente esgotados' e que se transformam 'em autênticas vítimas nas mãos dos alunos'.

A liberdade, afirma, 'exige uma componente de disciplina' que obriga a que os docentes não estejam desamparados e sem apoio, nomeadamente das famílias e da sociedade.

'A boa educação é cara, mas a má educação é muito mais cara', afirma, recomendando aos pais que transmitam aos seus filhos a importância da escola e a importância que é receber uma educação, 'uma oportunidade e um privilégio'.

'Em algum momento das suas vidas, as crianças vão confrontar-se com a disciplina', frisa Fernando Savater.

Em conversa com jornalistas, o filósofo explicou que é essencial perceber que as crianças não são hoje mais violentas ou mais indisciplinadas do que antes; o problema é que 'têm menos respeito pela autoridade dos mais velhos'.

'Deixaram de ver os adultos como fontes de experiência e de ensinamento para os passarem a ver como uma fonte de incómodo. Isso leva-os à rebeldia', afirmou.

Daí que, mais do que reformas dos códigos legislativos ou das normas em vigor, é essencial envolver toda a sociedade, admitindo Savater que 'mais vale dar uma palmada, no momento certo' do que permitir as situações que depois se criam.

Como alternativa à palmada, o filósofo recomenda a supressão de privilégios e o alargamento dos deveres.

J.P.

DE NOVO NA ESCOLA

Apesar de não termos escola não esquecemos o trabalho.

Este foi um dos trabalhos feitos nesta interrupção pela Carla Sofia do 4º ano.


P orque Deus


Á mou o mundo de tal maneira que deu

S eu filho unigétino para que todo que nele

C 

Não pereça mas tenha

A vida eterna!

quinta-feira, 25 de março de 2010

PÁSCOA

Desejo a toda a COMUNIDADE ESCOLAR uma PÁSCOA cheia de "coisas doces".
PAZ - SAÚDE - AMOR - e muitas amêndoas... ( cuidado com os dentinhos).
Nany

domingo, 21 de março de 2010

A HORA DO CONTO

Hoje estivemos na Biblioteca Municipal para ouvir a história de   Micael Grejniec "A que sabe a lua".
No final "provamos" um pouco de LUA e "demos" olhos, boca, nariz e cabelo a alguns legumes.
Cada um de nós trouxe para a escola o seu boneco legume e inventamos uma história em que eles eram os personagens.

SEMANA DA LEITURA


No dia 3 de Março, o pai do Ruben Miguel vei à nossa turma, o 3º ano,contar a história " OS TRÊS PORQUINHOS" em linguagem gestual.
O Ruben ia contando oralmente a história à medida que o seu pai fazia os gestos.
Estivemos muito, mas mesmo muito atentos.
No final agradecemos em linguagem gestual.
ADORAMOS

segunda-feira, 8 de março de 2010

SEMANA DA LEITURA

Durante a Sema na da leitura que decorreu entre os dias 1 e 5 de Março, foram várias as actividades em que as crianças do Jardim de Infância de Penamacor participaram:

- Exploração de histórias, poesias, canções…

- Idas à Biblioteca Escolar

- Intercâmbio com o 1º Ciclo

- Intercâmbio com as famílias – foram vários os Pais e/ou familiares que vieram ao Jardim de Infância contar histórias para todos.

Foi muito divertido e aprendemos muito!

A todos agradecemos

e

BOAS LEITURAS!

SEMANA DA LEITURA

     Hoje tivemos a visita da avó da Maria. Ela chama-se Ana Maria e tem 82 anos. Andou na escola só até à 2ª classe porque nasceram mais dois irmãos e teve que ir para casa tomar conta deles. Nessa altura, com oito anos, lavava os cueiros (fraldas) e tratava da casa! Contou a história sobre a parte mais antiga da vila.          Havia só um caminho para o castelo, ao lado o outro que hoje existe era só barrocos. Não havia água canalizada, tínhamos que trazê-la do chafariz em cântaros e em bilhas. Nesse tempo a família partilhava a casa com animais.

Falou da vinda da rainha Santa Isabel a Penamacor e do “ Poço de El-Rei que tinha o fundo como uma tigela e que nele ficou sepultada grande riqueza do tempo dos franceses.



Adriana e Maria

2º ano turma 2

SEMANA DA LEITURA

     Três alunos do 4º ano vieram à nossa sala  fazer uma dramatização da história ‘’ A floresta encantada’’.


     A Inês fazia de Gnomo, a Ana de narradora e o Lois de gato.

A história falava de uma princesa que foi raptada e mais tarde foi salva pelo gato e o gnomo.

Gostámos muito, podem vir mais vezes

João Cameira e João Mendonça

2º ano 2010/03/8.